ALINHAMENTO NA SEGURANÇA PÚBLICA Roraima é representado em Encontro Nacional de Atuação Integrada de Segurança

Roraima enviou representantes para participar do encontro

Para alinhar o planejamento e apresentar a Denaisp (Doutrina Nacional de Atuação Integrada) a ser adotada pela Seopi (Secretaria de Operações Integradas), do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública), foi realizado, nos dias 21 e 22, um encontro em Brasília. Roraima enviou representantes de cada Instituição do Sistema Estadual de Segurança Pública.

A expertise adquirida com a realização das operações integradas no ano de 2018 e o avanço na integração com órgãos federais, estaduais e municipais resultaram na construção da Doutrina Nacional de Atuação Integrada de Segurança Pública, que contou com a colaboração dos representantes dos Estados, presentes no CICCN (Centro Integrado de Comando e Controle Nacional).

O objetivo do encontro foi promover a atuação integrada dos órgãos em operações de segurança pública, a partir das diretrizes previstas na Doutrina de Atuação Integrada.

A Sesp (Secretaria Estadual da Segurança Pública) foi representada pelo chefe do Departamento de Inteligência, Ellan Wagner, a Polícia Militar, pelo Capitão PM Izael Salazar Rocha Jansem, o Corpo de Bombeiros, pelo Cel. BM Gewrly Batista Melo, e a Polícia Civil pela delegada Ednéia Santos e o escrivão de Polícia Dimar Mesquita Júnior.

O evento reuniu representantes de todos os estados com o objetivo de alinhar a conduta dos órgãos de segurança para a integração entre as forças.

Além das forças de segurança de cada estado da Federação, também estiveram presentes os representantes de outros órgãos vinculados ao MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública), como a Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), PF (Polícia Federal), PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Depen (Departamento Penitenciário Nacional).

O evento possibilitou uma troca de experiências na área de segurança pública, para se criar uma padronização em situações que se necessite de uma atuação integrada.

De acordo com o chefe do Departamento de Inteligência (Sesp), Ellan Wagner, Roraima ainda não possui CICCE (Centro Integrado de Comando e Controle Nacional) e o objetivo é implantar essa doutrina nacional com aplicabilidade em Centros Integrados de Comando e Controle. Alguns estados que participaram de grandes eventos como Copa do Mundo já possuem esses centros.

“O intuito do Governo Federal é implantar esse CICC em Roraima e promover operações em nível nacional com integração de unidades de segurança pública”, disse.

DOUTRINA – A Doutrina Nacional de Atuação Integrada de Segurança Pública foi aprovada conforme Portaria Nº 222, de 28 de dezembro de 2018, e busca preencher uma lacuna do Governo Federal, na gestão do processo de atuação integrada com os órgãos de segurança pública, apresentando uma proposta de orientação e padronização para o desenvolvimento dos ciclos de planejamento, execução, monitoramento, avaliação e consolidação das ações e operações integradas de segurança pública no Brasil.

“A participação de Roraima no evento é importante, pois demonstra o interesse do Estado em participar das operações nacionais. A partir de agora, a aplicação da Denaisp em nível de Estado, possibilitará uma melhor organização das operações conjuntas de segurança pública”, enfatizou a delegada Edneia Santos.

O secretário de Segurança Pública, Márcio Amorim, destaca a importância da participação de Roraima nesse contexto nacional, no momento em que normativas estão sendo avaliadas para se construir um trabalho integrado para o Sistema de Segurança Pública entre o Governo Federal e os estados brasileiros.

ASCOM/PCRR

Fotos: Polícia Civil