Polícia Federal dos EUA acusa artistas e milionários de corrupção

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos indiciou nesta terça-feira (12) mais de 30 pessoas acusadas de participar de um esquema de suborno e falsificação de exames para colocar seus filhos em universidades de elite.

Entre os acusados estão as atrizes Felicity Huffman, conhecida pelo seu papel na série Desperate Housewives, e Lori Loughlin, da série Três é demais.

De acordo com a Polícia Federal dos EUA (FBI), o esquema começou em 2011.

Os envolvidos usaram irregularidades para que seus filhos entrassem em universidades como YaleStanford e a UCLA.

Felicity Huffman foi acusada de pagar US$ 15 mil, declarados como doação, para uma fundação com o objetivo de que sua filha fosse aprovada numa universidade. As notas dela no SAT – prova similar ao Enem nos EUA – subiram de 1020 para 1420.

 

Fonte: Estadão