Políticas Públicas Para Mulheres são discutidas durante 9º Workshop de Acesso à Justiça

Uma equipe de mulheres da Polícia Civil participou nos dia 07, 08 e 09, no Hotel Aipana Plaza, do 9º Workshop de Acesso à Justiça, realizado pelo Instituto Avon.Como resultado dos debates, foi construído um Plano de Ação Integrado para o Enfrentamento da Violência Contra Mulheres e Meninas em Roraima.O Plano foi entregue na manhã desta quinta-feira à delegada geral em exercício da Polícia Civil, Elisa Mendonça, que representou o governador Antonio Denarium.

O encontro reuniu aproximadamente 80 profissionais do Sistema de Segurança Pública, Promotores de Justiça, Defensores Públicos, Magistrados, Secretários de Estado, Deputados, Agentes de Saúde, da Educação Básica e Universitária, representantes de organizações sociais, membros das equipes multidisciplinares (psicólogas ou assistentes sociais) e entidades governamentais de mulheres, focados em enfrentar a violência doméstica e as violências sexuais de forma coordenada.

Da Polícia Civil de Roraima participaram as delegadas Elivânia Aguiar (Diretora do Departamento de Polícia Especializada – DPE), Rozane Wildmar (Delegada de Pacaraima), Suébia Cardoso (Delegada de Rorainópolis), Cândida Magalhães Senhoras (Delegada da DEAM) Catherine Saraiva (Delegada da DEAM), Alberto Correia (Delegado de Mucajaí) e a diretora do IML (Instituto Médico Legal), Marcela Campelo. O evento contou com a presença também da diretora do Departamento de Políticas de Enfrentamento a Violência Contra Mulheres, Grace Justa, da SNPM (Secretaria Nacional de Políticas Para Mulheres).

O Workshop de acesso à Justiça é um programa de treinamento do Instituto Avon, baseado em metodologia internacional, já adaptado para o uso em diversos contextos brasileiros. Nos três dias de discussão em torno das políticas públicas voltadas à defesa de mulheres e meninas, foi traçado um Plano de Plano de Ação Integrado para o Enfrentamento da Violência Contra Mulheres e Meninas em Roraima.

O Plano de Ação foi entregue hoje à Delegada Geral da Polícia Civil em exercício, Elisa Reis Mendonça que representou o governador Antonio Denarium. Foi formulado com 12 eixos, trazendo 37 propostas diversas, com o objetivo de desenvolver e aprimorar as estratégias coordenadas para superar os desafios enfrentados no atendimento, acolhimento, denúncia, investigação e resolutividade de casos de violência contra mulheres em Roraima.

“União de esforços de toda a rede de proteção, para uma melhor definição das políticas públicas de forma a combater melhor a violência Contra a Mulher. Foram dadas diversas opiniões, ouvidas várias fontes e proposto um pacto contra violência à Mulher, com um plano de ação para que seja implementado no sentido de melhorar a qualidade de vida das mulheres de Roraima”, destacou Elisa Mendonça.

Ascom PCRR