Zona Azul é tendência no Brasil e atrai clientes para centros comerciais

O sistema de estacionamento rotativo democratiza as vagas, organiza o trânsito e ajuda a aumentar as vendas nas áreas comerciais

Boa Vista cresceu, está exigindo mais organização no trânsito e, na área central, faltam estacionamentos nos espaços públicos. Por conta disso, a prefeitura estudou, planejou e, a partir de agora, vai colocar em prática o sistema de estacionamento rotativo Zona Azul.

O motoristas de Boa Vista que precisam ir ao Centro da cidade, especialmente nas ruas e avenidas com grandes comércios, têm dificuldades para encontrar estacionamentos seja na Jaime Brasil, Sebastião Diniz ou proximidades. O projeto inicial do Zona Azul contempla 12 ruas e vai organizar pelo menos 1.600 vagas.

Há muitos anos, essa problemática prejudica principalmente empresários, que deixam de vender, e clientes que não conseguem estacionar próximos ao estabelecimento de interesse. Em muitos casos, o consumidor desiste da compra e se dirige a outro comércio com estacionamento privado e até paga valores mais altos por uma vaga.

O fortalecimento dos centros comerciais é um dos motivos de as grandes cidades do Brasil estarem implantando estacionamentos rotativos. Estudos apontam que onde há Zona Azul o comércio aumenta as vendas de 15 a 20%.

Vale ressaltar que as ruas que fazem parte da Zona Azul em Boa Vista já estão devidamente sinalizadas, com rampas de acessibilidade, calçadas e totalmente estruturadas para atender os condutores, inclusive com a destinação de vagas para idosos, gestantes e outros conforme prevê a legislação de trânsito brasileira.

Benefícios da Zona Azul:

– Beneficia empresários com o aumento de vendas
– Comerciantes que se cadastrarem terão participação na arrecadação
– Gera lucro ao comércio
– Oferece maior comodidade aos clientes
– Proporciona facilidade na busca por vagas próximas aos pontos de interesses
– Organiza o trânsito
– Evita desordenamento das vias como meros espaços de estacionamentos particulares
– Os preços são bem mais acessíveis do que estabelecimentos privados
– Uso de tecnologia avançada

Ruas atendidas:

– Avenida Jaime Brasil
– Avenida Getúlio Vargas
– Avenida Sebastião Diniz
– Rua Bento Brasil
– Rua Floriano Peixoto
– Avenida Benjamin Constant
– Rua Nossa Senhora do Carmo
– Rua Coronel Pinto
– Rua João Pereira de Melo
– Avenida Sílvio Botelho
– Rua Inácio Magalhães
– Rua José Magalhães

Como vai funcionar?

As áreas de estacionamento estão delimitadas como Zona Azul, onde será permitida a permanência do veículo até 3 horas; Zona Amarela, de mínimo 1 hora, e a Zona Branca, com tolerância de 15 minutos.

Para ter acesso a uma das vagas o motorista poderá efetuar o pagamento através do parquímetro instalado no local, pelo aplicativo de celular “Pare Azul Boa Vista” ou diretamente com o comerciante nos pontos de venda. Os valores serão cobrados por hora, sendo R$ 2 para carro e R$ 1 para moto.

Como forma de beneficiar ainda mais os empresários, foi feita uma parceira com os comerciantes que se cadastraram no projeto como pontos de vendas. Eles receberão 5% do valor arrecadado.

 

Decisão Judicial

A justiça revogou nesta terça-feira (2) a suspensão da implantação do estacionamento rotativo “Zona Azul”. A decisão mostra que Prefeitura de Boa Vista seguiu os parâmetros estabelecidos pela legislação e está apta a colocar em funcionamento o sistema já utilizado em todo o Brasil.

A decisão do juiz da 1ª Vara de Fazenda Pública, Luiz Alberto de Morais Júnior, considerou que não é necessário o Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) para o funcionamento do estacionamento, já que a ausência do estudo não constata lesão à moralidade administrativa.

O texto cita a lei municipal nº 926/2006 que estabelece a exigência de EIV apenas quando algum empreendimento público ou privado passa a explorar a atividade de estacionamento ou garagem com capacidade para mais de 100 veículos. O que não é o caso da Zona Azul.

“Todos os procedimentos que a prefeitura fez estão de acordo com a legislação e o funcionamento vai se dar exatamente como foi planejado desde o início, tão logo seja dada publicidade da decisão pelo judiciário. A partir da publicação, a prefeitura vai notificar a empresa e definir data para iniciar o funcionamento”, explicou Raimundo Barros, secretário de Segurança Urbana e Trânsito.

Acesse mais informações no Portal de Notícias da Prefeitura de Boa Vista.
Siga o Twitter @PrefeituraBV e curta a página facebook.com/prefeituradeboavista

 

Secretaria Municipal de Comunicação – SMUC