Água Doce investe em cardápio global

Para proporcionar experiências diferenciadas e mais facilidade no dia a dia, a Água Doce Sabores do Brasil investiu em um cardápio global que explora o conceito de multiplataforma. É possível acessar as opções de pratos, petiscos, drinques e bebidas pelo próprio site da marca, por meio de tablets dentro da loja, em publicações nas redes sociais, pela leitura de QRCode disponibilizado nas mesas e via aplicativo de celular da rede Água Doce, disponível para Android e iOS. Ou seja, o cardápio estará disponível onde o cliente estiver. Entre as vantagens em adotar este conceito, estão as diferentes oportunidades de vendas que podem culminar em novas experiências de consumo e, consequentemente, a fidelização dos clientes e um aumento no faturamento.

A franqueadora vem negociando há alguns meses a implantação desta inovação nas 80 unidades da rede. Ao viabilizar a presença do cardápio em várias mídias e plataformas, haverá uma integração do sistema com os meios de pagamento. “A implantação do cardápio global será custeada totalmente pela franqueadora. Esperamos que até o final do ano, grande parte dos restaurantes estejam utilizando esta novidade. Digo isso, pois teremos muitos benefícios a oferecer aos franqueados, como redução de custos, otimização de processos, já que a solução promove a integração de canais, delivery personalizado com a marca e identidade preservados, além do engajamento dos clientes, que será trabalhado por meio de ações de marketing que visam acelerar os resultados”, explica o diretor de franquias da Água Doce, Julio Bertolucci.

O intuito desta iniciativa é promover uma revolução na forma de efetuar os pedidos, já que são inúmeras funcionalidades que podem ser exploradas para que haja um incremento no faturamento. Neste caso, há a possibilidade do franqueado ter o Web Delivery, integrando o cardápio ao seu site atual, ou criando um site de delivery para o seu negócio. Como as vendas pelo WhatsApp aumentaram expressivamente durante a pandemia, também será possível automatizar o recebimento de pedidos por este canal. E como as novidades e opções são sempre compartilhadas nas mídias sociais, como Facebook ou Instagram, os clientes agora podem comprar acessando diretamente a FanPage, sem redirecionamentos. Aqui, haverá o autoatendimento via ChatBot, SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) e o recebimento de pedidos diretamente pelo Facebook Messenger, que poderá ser agendado ou feito na hora.

E para manter o consumidor informado, serão enviadas notificações sobre o andamento do pedido em tempo real. Para promover mais segurança, o pagamento poderá ser feito on-line, tanto pelo aplicativo quanto pelo site, com múltiplas bandeiras. “Com o cardápio global, a Água Doce irá investir em estratégias de marketing digital para atrair mais clientes. Também planejamos um Programa de Fidelidade, para fidelizar os novos e aumentar a frequência de compra dos consumidores atuais. É possível trabalhar com push notifications, mensagens enviadas diretamente para o celular ou para a rede social de quem frequenta determinada unidade. Sem contar com as promoções, pois ficará bem mais fácil destacar os itens promocionais em uma aba, além do próprio franqueado conseguir criar cortesia e vouchers de desconto quando desejar”, ressalta Bertolucci.

Um dos principais diferenciais para o franqueado é poder contar com esta solução para gerenciar a cartela de clientes, de acordo com seus hábitos de consumo. Isso porque é possível ter acesso ao histórico de pedidos, pesquisa de satisfação, gráficos estatísticos, relatórios de pedidos e produtos mais vendidos. Ou seja, uma infinidade de dados que podem ser analisados de acordo com o horário, perfil do público-alvo e preferências para oferecer o que há de melhor aos amantes da marca. Vale ressaltar que os responsáveis pelas operações da rede poderão efetuar a gestão completa de seu próprio cardápio, por meio de um painel administrativo. “Com tantos novos recursos a serem trabalhados após a implantação desta solução, acreditamos que haja um crescimento de 25% no faturamento dos restaurantes que compõem a rede”, finaliza.
Fonte:DFREIRE Comunicação e Negócios