Ao ser preso com maconha e distintivo, jovem afirma ser ‘informante’ da polícia

Um venezuelano de 27 anos foi preso na noite desta segunda-feira (10) suspeito de tráfico de drogas na Praça Germano Sampaio, zona Oeste de Boa Vista. Guardas civis municipais o abordaram durante patrulhamento de rotina e com ele encontraram duas embalagens contendo maconha. Segundo informações dos agentes, a droga seria vendida no local. Após ser algemado, o suspeito foi levado para a Central de Flagrantes no 5º Distrito Policial (DP) para prestar depoimento.

Horas antes, guardas municipais detiveram outro jovem, de 21 anos, na Praça Mané Garrincha, no bairro Tancredo Neves. O local é conhecido pela intensa venda e consumo de entorpecentes.  Os agentes contaram que o suspeito tentou fugir ao ver a viatura, sendo alcançado logo em seguida.

Ao ser detido, o jovem admitiu aos guardas que os mais de R$ 130 que estavam com ele foram conseguidos com a venda de drogas na praça até o momento em que foi abordado. Também foi encontrada com o suspeito uma carteira com distintivo da Polícia Civil de Roraima. Ao ser questionado sobre o objeto, afirmou aos agentes que o havia comprado de uma pessoa, cujo nome não soube informar.

Ainda conforme os guardas civis, o jovem afirmou fazer parte de um “grupo de informantes” que presta serviços a policiais civis e militares, o que não foi confirmado pelas autoridades até a publicação desta matéria. Algemado, ele foi levado para o 5º DP, onde deveria prestar depoimento.

De acordo com a polícia, os dois suspeitos passariam por audiência de custódia na manhã desta terça-feira (11).

Fonte: Portal Roraima 1