ENSINO A DISTÂNCIA Inscrições para cursos da Escola do Legislativo começam nesta terça-feira

Professora explicou que conhecer gramática é fundamental para escrever uma boa redação

As inscrições para os 11 novos cursos na modalidade de Educação a Distância (EaD) do primeiro semestre de 2022 da Escolegis (Escola do Legislativo) iniciam nesta terça-feira (11). Um deles é voltado a quem vai fazer o concurso público para professor indígena da rede estadual.

 

Os interessados em uma das vagas têm dois dias para se inscrever (terça e quarta-feira) no site da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), na página da Escolegis no link escola.al.rr.leg.br/.

 

As aulas são totalmente online, dando oportunidade ao aluno de escolher o horário em que vai acessar o conteúdo. As eventuais dúvidas podem ser sanadas junto aos professores.

 

Todos os cursos têm como finalidade qualificar o aluno para o mercado de trabalho em áreas como atendimento ao cliente; auxiliar administrativo – Módulo I; auxiliar de departamento pessoal; auxiliar de recursos humanos – Módulo I; educação especial Módulo I; espanhol básico; informática básica; redação oficial; técnicas de recepcionista para clínicas médicas e odontológicas – Módulo I e de inteligência emocional.

 

O preparatório para o concurso de professor terá as disciplinas de português, raciocínio lógico, redação e conhecimentos específicos. O diretor da instituição, Breno Carvalho, disse que a expectativa é de que muitos se inscrevam, haja vista os pedidos de informações referentes aos novos cursos.

 

“As pessoas têm nos buscado para tirar dúvidas, principalmente sobre como deve proceder para se inscrever, lembrando que cada aluno pode fazer até três cursos. É importante ressaltar que para receber a certificação, eles devem concluir todas as aulas em 15 dias, pois após esse período a plataforma se fecha e não é mais possível o acesso”, explicou.

 

A professora Adineia Viriato vai ministrar o curso de Redação Oficial, que tem como finalidade preparar os candidatos para concurso. “Vamos ensinar como elaborar um texto dissertativo argumentativo. Abordaremos a estrutura típica da redação, linguagem formal, maneiras de iniciá-la, tipos de argumentos e conclusão”, detalhou.

 

Ela destaca que a redação oficial é uma forma de comunicação existente no poder público. “Para tanto, é exigido que ela seja feita com base na norma culta da língua portuguesa. Sendo assim, a gramática é a base de escrita da redação oficial”, afirmou, acrescentando que não se admitem coloquialismos como a gíria, os regionalismos, palavras íntimas ou de cunho afetuoso. “Além disso, a estrutura e o padrão de documento são partes importantes do conjunto da redação”.

 

Confira na tabela abaixo os cursos oferecidos e a carga horária:

 

ORDEM CURSO C.H
1 ATENDIMENTO AO CLIENTE 20
2 AUXILIAR ADMINISTRATIVO – MOD. I 20
3 AUXILIAR DE DEPARTAMENTO PESSOAL 20
4 AUXILIAR DE RECURSOS HUMANOS – MOD. I 20
5 EDUCAÇÃO ESPECIAL MÓD I 20
6 ESPANHOL BÁSICO 30
7 INFORMÁTICA BÁSICA 30
8 REDAÇÃO OFICIAL 20
 

9

TÉCNICAS DE RECEPCIONISTA PARA CLÍNICAS MÉDICAS E ODONTOLÓGICAS – MÓD I 20
10 INTELIGÊNCIA EMOCIONAL 12
 

11

PREPARATÓRIO – PROFESSOR INDÍGENA 1- PORTUGUÊS

2-  RACIOCÍNIO LÓGICO

3-  REDAÇÃO

CONHEC. ESPECÍFICOS- Professores de 4 ao 7

 

 

 

Texto: Marilena Freitas

Foto: Marley Lima/SupCom ALE-RR