ESTOQUE BAIXO Governo reforça campanha de captação de sangue no Hemoraima

Doar sangue é um gesto de pode salvar muitas vidas e para reforçar o estoque no Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima), o governador Antonio Denarium, acompanhado da primeira-dama Simone Denarium, participou nesta quinta-feira, 24, da campanha de doação. A iniciativa tem como objetivo incentivar outras pessoas a irem até a unidade fazer a doação. A ideia é estabilizar o estoque que se encontra em estado crítico.

“O Governo de Roraima revitalizou totalmente o Hemoraima, com 10 novos leitos, para captação de sague. Doar sangue é um gesto de amor ao próximo. Faça uma doação e salve vidas. É o Governo de Roraima trabalhando por uma saúde de melhor qualidade”, destacou Antonio Denarium.

Além do governador, secretários e servidores também participaram desta ação. A primeira-dama Simone Denarium fez a doação e solicitou que a população compareça ao local para contribuir também. “Convidamos  a população para virem ao hemocentro fazer a doação de sangue e também de medula óssea. Mesmo com a pandemia, estão sendo tomados todos os cuidados. Então, peço à população que venha doar vida, doar amor”, disse Simone.

O Hemoraima funciona de segunda à sexta-feira o dia todo. A cada doação realizada, a pessoa poderá salvar até quatro vidas. Segundo a gerente do Núcleo de Captação, Juliane Uchôa, para se tornar um doador basta a pessoa atender alguns requisitos. “Para se tornar doador é muito simples: basta apenas a pessoas ter mais de 16 anos, ter mais de 50kg, ter descansado pelo menos seis horas durante a noite, se alimentar muito bem e não ter ingerido bebidas alcoólicas”, explicou.

Juliane disse ainda que o Hemocentro atende todas as unidades de saúde do Estado. “Hoje, o nosso banco de estoque está trabalhando no limite para o atendimento das demandas dos hospitais. A nossa maior dificuldade são as demandas de tipagens negativas, principalmente o tipo O-, por serem doadores universais”, ressaltou.

Medula óssea

Além de receber a doação de segue, o Hemoraima realiza também o cadastro para captação de medula óssea. O cadastro é feito de maneira rápida e gratuita, pela própria unidade, bastando o doador comparecer ao local portando um documento original com foto, preencher um formulário e fazer uma coleta de 5ml de sangue.

“As informações ficam em um banco de dados, chamado Redome [Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea]. Essas informações são disponibilizadas para o banco de dados de pacientes. Caso haja compatibilidade entre doador e paciente, se inicia o processo para transplante até o local onde a medula será captada”, completou, acrescentando que esse procedimento ainda não é realizado em Roraima.

SECOM RORAIMA