FMI reduz projeção de crescimento do Brasil para 5,2% em 2021

Em julho, a instituição havia estimado avanço de 5,3%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a projeção de crescimento econômico do Brasil em 2021 para 5,2%. Em julho, a instituição havia estimado desenvolvimento de 5,3%. Para 2022, a revisão foi maior, porque passou da própria projeção de crescimento do país — de 1,9% para 1,5%. Para 2026, o FMI prevê alta de 2,1% do Produto Interno Bruto (PIB).

De acordo com a economista-chefe do FMI, Gita Gopinath, o corte na projeção para o crescimento do Brasil neste ano é resultado do aperto na política monetária. A situação econômica dos Estados Unidos também afeta o cenário brasileiro, visto que o país localizado ao norte do continente é um grande parceiro comercial.

Por outro lado, o FMI avalia que a alta dos preços das commodities e os retornos dos setores industrial e de serviços têm sido importantes para a recuperação da economia do Brasil.

Fonte: Revista Oeste