Greve contra Emmanuel Macron deixa Paris repleta de lixo

“Nada indica que a situação deve ser normalizada”, diz líder sindicalista sobre a situação nas ruas da capital da França.

A picture taken on February 3, 2020 in a street of Paris shows garbage piled following the blockade of incinerators around the French capital to protest against the pension reform. (Photo by Martin BUREAU / AFP)

Latões de lixo transbordando, mau cheiro intenso e uma proliferação de ratos é o que se vê atualmente em Paris, capital da França.

A greve dos lixeiros e dos trabalhadores de incineradoras contra a reforma da Previdência promovida pelo presidente Emmanuel Macronestá causando o acúmulo de toneladas de lixo.

Julien Lambert, membro de um dos maiores sindicatos da França, declarou:

“Nada indica que a situação deve ser normalizada, já que os grevistas realizaram uma assembleia e votaram pela manutenção do protesto pelo menos até sexta-feira.”

Nem mesmo os pontos turísticos do país ou a famosa Avenida Champs Elysées, com suas lojas de grife, estão livres da sujeira e do fedor dos restos de comida acumulados na rua por mais de uma semana, informa o jornal Gazeta do Povo.

Por Renova Midia