Haitianos reagem contra assaltantes armados com simulacro

Suspeitos andavam numa motocicleta roubada minutos antes. Eles fugiram correndo

Uma tentativa de assalto por voltas 21h desta segunda-feira (21), foi frustrada após as vítimas, de nacionalidade haitiana, reagirem. O caso ocorreu na esquina as ruas Mil Flores e Vitória, no bairro Pricumã, zona Oeste de Boa Vista.

Os suspeitos usavam um simulacro de pistola, e as vítimas perceberam que a arma era falsa. Eles reagiram e os dois assaltantes fugiram correndo, abandonando o simulacro e uma motocicleta modelo Titan, que acionou o alarme durante a ocorrência.

De acordo com informações de policiais da Força Tática, equipe (FT-28), a motocicleta e o simulacro foram recolhidos e entregues no Plantão da Polícia Civil. Este já era o quarto roubo que a dupla fazia em questão de minutos usando a motocicleta roubada.

“Eles tentaram roubar uma motoneta Biz de um dos haitianos, quando as vítimas perceberam que a arma era falsa e reagiram, mas eles escaparam e fugiram correndo. Quando nossa equipe chegou ao local os haitianos contaram o que tinha ocorrido e entregaram o simulacro e a motocicleta que os ladrões deixaram para trás”, contou um dos policiais o Roraima em Tempo.

Ainda de acordo com o militar, quando já tinham recolhido a motocicleta e colocado na carroceria da viatura, uma mulher foi ao encontro deles e informou que o veículo era de seu marido, roubado minutos antes em via pública no mesmo bairro (Pricumã). A equipe policial orientou a mulher a ir com seu marido até a delegacia para contar do assalto e restituir o a motocicleta.

APLICATIVO

A reportagem conversou com o proprietário da motocicleta. Ele contou que utiliza o veículo no período noturno para aumentar a renda da família, como entregador por aplicativo (Uber Eats) e foi assaltado justamente após fazer uma entrega na rua Tulipa, bairro Picumã. “Dois caras armados chegaram e anunciaram o assalto. Deitei no chão e eles levaram a moto”, contou a vítima de 33 anos, que preferiu não se identificar.

O motoboy informou ainda que além do alarme, a motocicleta estava equipada com um rastreador e após o assalto, acionou a empresa responsável pelo equipamento, que fez o bloqueio, motivo pelo qual os suspeitos a abandonaram na rua. Eles danificaram um dos faróis de lead e o aro de alumínio da roda traseira.