Novo golpe dos atravessadores é a criação de distribuidora ‘só para etanol’

Distribuidoras tentam neutralizar decisão de Bolsonaro de apoiar e garantir a venda direta

Perto de perder o “cartório” que as tornou bilionárias, as distribuidores de combustíveis armaram um novo golpe, tentando “melar” a decisão do presidente Jair Bolsonaro de implantar no País a venda direta de etanol, pelos produtores, aos postos. O golpe é criar “distribuidoras somente de etanol”, com o objetivo malandro de perpetuar esse negócio oportunista, que prospera na exploração dos consumidores. A informação é de Cláudio Humberto, colunista do Diário do Poder.

Bolsonaro obteve do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a promessa de votar projetos que autorizem imediatamente a venda direta.

Há projetos autorizando a venda direta, tanto na Câmara quanto no Senado, mas o lobby das distribuidoras tem dificultado a votação. As distribuidoras também encarecem o preço final da gasolina e do diesel: como usinas, as refinarias são proibidas de vender aos postos.

Fonte: Diário do Poder