PF faz nova ação contra desvios de recursos da saúde em Roraima

Apuração aponta para fraudes de mais de R$ 14 milhões em contratos firmados entre agosto de 2017 e abril de 2019. Ex-deputado federal é alvo

A PF (Polícia Federal) faz a segunda fase da operação Godfather, na manhã desta sexta-feira (16), contra fraudes em licitações e desvios de recursos públicos da Saúde em Roraima.

O ex-deputado federal Abel Galinha (DEM) é alvo dessa operação federal.

As autoridades cumprem quatro mandados de busca e apreensão em Boa Vista (RR). Segundo as investigações, as fraudes envolvem mais de R$ 14 milhões em contratos da Secretaria de Saúde de Roraima, nos períodos entre agosto de 2017 e abril de 2019.

A PF diz que “um empresário e ex-parlamentar federal exerceria ingerências na Secretaria, tanto durante quanto após seu mandato, condicionando pagamentos que deveriam ser feitos pelo órgão à empresa do esquema ao recebimento de propinas. Também é alvo das medidas um Procurador do Estado, que receberia valores do esquema”.

A reportagem ainda não localizou a defesa do ex-parlamentar Abel Galinha. O espaço está aberto para manifestação.

No início da semana, outro fato que ganhou destaque no noticiário aconteceu em Boa Vista. Foi no local que agentes da PF encontraram dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (DEM-RR).

As autoridades cumpriram mandado de busca e apreensão contra Rodrigues e, com a chegada dos policiais, o senador escondeu dinheiro na cueca. A investigação em questão, sob sigilo, apura desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia de covid-19, oriundos de emendas parlamentares.

 

Fonte:Daniel Trevor, da Record TV em Brasília