Prefeitura autoriza retorno parcial das aulas em escolas particulares

Ainda não há previsão para retorno do funcionamento das escolas municipais

A Prefeitura de Boa Vista publicou nesta quarta-feira, 18, o Decreto Municipal nº 132, que autoriza o retorno parcial das aulas nas unidades de ensino particulares, a partir do dia 24 de novembro, para todas as faixas etárias. No entanto, as aulas nas escolas da rede municipal de ensino continuam sem previsão de retorno.

Segundo o documento, o retorno parcial das escolas particulares deverá ocorrer com 50% dos alunos presencialmente, por três vezes na semana, e os outros 50% de forma remota, devendo as modalidades serem alternadas na semana seguinte e assim por diante.

Mesmo com a autorização do município, a decisão sobre o retorno dos alunos às aulas presenciais cabe aos pais ou representantes legais dos estudantes, que poderão optar também somente pelo ensino a distância, validado até dezembro de 2021 pelo Conselho Nacional de Educação (CNE).

“Nós só estamos autorizando o retorno das escolas particulares porque os índices da covid-19 em Boa Vista estão dentro dos limites exigidos. Nossas unidades de saúde estão abastecidas com medicamentos e testes para a população. As escolas também terão que adotar medidas rigorosas de segurança para evitar a contaminação”, esclareceu a prefeita Teresa Surita.

Conforme monitoramento da Federação Nacional de Escolas Particulares (Fenep), 20 estados e o Distrito Federal já autorizaram o retorno das aulas presenciais.

Escolas deverão adotar medidas sanitárias para garantir a segurança de alunos e colaboradores

As unidades de ensino particulares deverão cumprir todos os protocolos sanitários estabelecidos pelas Instruções Normativas 01/2020 e 02/2020 da Vigilância Sanitária do Município. Além de observar alguns outros critérios, tais como:

  • Manter a distância de 1m(um metro quadrado) entre os alunos e demais pessoas presentes nas salas, em todas as atividades presenciais;
  • Indicar nas salas de aulas as carteiras que podem ser ocupadas pelos estudantes;
  • Higienizar as dependências da instituição diariamente, principalmente, as salas de aula a cada turma;
  • Todos os alunos a partir de 6 anos de idade e colaboradores deverão usar máscaras;
  • Fazer a aferição da temperatura de todas as pessoas que comparecerem ao estabelecimento educacional, no momento da chegada.

Todas as medidas a serem adotadas obrigatoriamente pelas escolas estão listadas no Diário Oficial do Município desta quarta-feira, dia 18 de novembro.

(Documento anexo).

Fonte:Secretaria Municipal de Comunicação – SEMUC