Resíduos Sólidos Reunião define estratégias para implantação do plano para empresários do comércio local

O plano vem sendo implementado pela prefeitura há cerca de três anos

Em reunião ocorrida nesta quarta-feira, 21, entre a Prefeitura de Boa Vista e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Roraima (Fecomércio), foram definidas as estratégias para a implantação do Plano de Resíduos Sólidos voltado aos empresários do comércio local.

O plano vem sendo implementado pela prefeitura há cerca de três anos. E, de acordo com o prefeito Arthur Henrique, a partir de abril de 2022, todos os geradores devem estar com seus respectivos planos elaborados.

“Essa reunião foi para alinharmos alguns pontos e definirmos estratégias que nos auxiliem com a implantação do plano por parte das empresas locais. A pandemia dificultou um pouco o trabalho que vínhamos desenvolvendo desde 2018, mas estamos dando seguimento com muito compromisso e parceria para que todos consigam se ajustar dentro do prazo”, disse o prefeito.

O presidente da Fecomercio, Ademir dos Santos, destacou ser imprescindível que os empresários entendam a necessidade e a importância da elaboração e a implantação do Plano de Gerenciamento de Resíduos em seus estabelecimentos. “Estamos à disposição para receber os representantes da prefeitura e também entender o plano e sua necessidade dentro das empresas”.

Quem tiver dúvidas e quiser obter mais informações sobre o Plano de Resíduos sólidos pode entrar em contato por meio do endereço eletrônico: residuossolidos@prefeitura.boavista.br.

Parceria – O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Roraima (Sebrae-RR) também parceiro da Prefeitura de Boa Vista, oferecendo consultoria aos empresários locais para elaboração do plano, por um custo acessível e ainda de forma parcelada.

Geradores de Resíduos – A prefeitura disponibiliza no site oficial uma plataforma (Gestão de Resíduos), que possibilita aos cidadãos acesso a diversas informações, além do Plano Municipal, a legislação e demais orientações aos geradores, entre outros.

Foto: Léo Costa

Por Shirleia Rios