SISTEMA PRISIONAL Curso de formação de policiais penais avança para a parte prática

Iniciado em julho, o curso de formação de policiais penais avança neste momento para as atividades práticas, que iniciaram nesta segunda-feira, 2. Estão sendo desenvolvidas atividades como stand de tiro, aulas de defesa pessoal, escolta de segurança penitenciária e intervenção prisional ganharão destaque.

A qualificação visa reforçar o controle do sistema prisional de Roraima. Para isso, 450 profissionais da área estão sendo atendidos pela formação em âmbito teórico e prático. Deste número de alunos, 335 são homens e 115 são mulheres.

“Na minha gestão, a segurança tem prioridade. Os crimes reduziram consideravelmente e no sistema prisional, por exemplo, não houve sequer fuga, o que ocorria com frequência em governos passados. Na minha gestão a realidade é outra. O sistema está controlado e estamos capacitando 450 pessoas que foram aprovadas no certame da Sejuc para reforçar o quadro de policiais penais”, disse o governador Antonio Denarium.

De acordo com o secretário da Sejuc, André Fernandes, cerca de R$ 8 milhões foram investidos na realização das aulas, que vem para somar aos resultados já obtidos pelo Governo de Roraima na segurança pública.

“Desde que o Estado tomou o controle do sistema prisional, nós tivemos um número regressivo de assassinatos e de crimes nas ruas. O governador Antonio Denarium sabe dessa importância e fez esse investimento, pois é um curso que está preparando os alunos para trabalhar dentro do sistema prisional e impedir qualquer tipo de crise”, destacou Fernandes.

NA TEORIA

Sobre as aulas teóricas ocorridas até aqui, o titular da Sejuc relembrou que nesse primeiro momento foram discutidos fundamentos de pena, cuidados e direitos dos presos, entre outros tópicos.

“Nós já tivemos também a parte intermediária, onde eles tiveram contatos com agentes químicos, que é a parte de tecnologias não-letais, e já estamos começando o eixo mais avançado”, complementou.

Com a previsão do cumprimento de 400 horas de carga horária, o curso de formação, ministrado por 80 instrutores deve ser encerrado no final do mês de agosto.

SECOM RORAIMA

JORNALISTA: Ayan Ariel