Venezuela terminará 2021 como o país mais pobre da América Latina

País comandado pelo ditador Nicolás Maduro já tem números piores do que o Haiti.

O Haiti sempre foi conhecido por ser o país mais pobre das Américas. A ilha caribenha, historicamente devastada por terremotos e imersa em conflitos políticos, se acostumou com o poder do crime organizado e com o colapso permanente.

No entanto, quando 2021 acabar, a Venezuela ocupará o posto de nação mais pobre do continente. As estimativas foram divulgadas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

O país socialista, de 28 milhões de habitantes, com uma das maiores reservas petrolíferas do mundo, amarga a menor renda per capita da região: US$ 1.627 — atrás do Haiti, com US$ 1.690.

Para se ter uma ideia do quanto o regime bolivariano regrediu, a renda per capita há 10 anos era de US$ 12,1 mil. O resultado catastrófico não fez analisas econômicos reagirem com surpresa, já que as finanças da Venezuela vem colapsando há anos.

Na visão de Erik de Bufalo, professor da Universidade Simón Bolívar, a política econômica chavista é a grande responsável pela atual situação.

“Para um país que já teve a terceira maior economia da região, essa situação é lamentável. Mas não é uma surpresa, porque o modelo de exploração chavista tem levado a isso”, afirmou, acrescentando que, nos últimos 7 anos, o Produto Interno Bruto (PIB) venezuelano caiu 81,8%.

Fonte:Conexão