General denuncia influência de Cuba e pede rebelião militar na Venezuela

Maduro tem se sustentado no poder devido ao apoio dos militares, apesar do grave colapso econômico no país.

Um general da Venezuela pediu às Forças Armadas que se levantem contra o ditador Nicolás Maduro.

Ramón Rangel, que se identificou como general de divisão da Força Aérea, disse que o regime venezuelano está sendo controlado pela ditadura comunista de Cuba.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, neste domingo (12), Rangel declarou:

“Temos que encontrar uma maneira de nos livrar do medo, sair às ruas, protestar e procurar uma união militar para mudar esse sistema político. É hora de se levantar.”

O militar pertenceu ao círculo próximo do ex-presidente Hugo Chávez e participou de uma tentativa de golpe ao lado do falecido líder em 1992, informa a revista VEJA.

Confira o vídeo:

Em discurso recente, como noticiou a RENOVA, Maduro deixou escapar que centenas de soldados cubanos chegaram à Venezuela.

“Recentemente tivemos que trazer um grupo de 500 soldados cubanos”, disse o líder chavista durante uma cerimônia de formatura de médicos comunitários em Caracas.

Por Renova