Maio Amarelo Educação no trânsito é tema de projeto em escola municipal

Durante o percurso na ‘Calçada Educativa’ os estudantes recebem orientações sobre regras de trânsito.

Os alunos da escola municipal Vovó Clara, localizada no bairro Cauamé, contam agora com mais uma ferramenta de ensino. A ‘Calçada Educativa’ faz parte do Projeto Trânsito na Escola, que conta com a participação da comunidade escolar, Superintendência Municipal de Trânsito (Smtran) e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A escola criou um cenário que simula o trânsito de Boa Vista, com uma miniavenida, ciclovia, faixa de pedestres e sinalização. Paisagens urbanas da capital pintadas no muro completam o passeio. Enquanto fazem o percurso pela calçada educativa, os alunos recebem orientações sobre regras e comportamento no trânsito.

O secretário municipal de Educação, Arthur Henrique Brandão, destacou que com o projeto os estudantes aprendem de forma lúdica sobre educação e conscientização para o trânsito, sendo esse um dos pilares no ensino municipal.

“O mais importante de tudo é que estamos ensinando essas crianças de forma lúdica em um ambiente totalmente interativo e que estimula o desenvolvimento da criança e a interação com os professores e principalmente os pais, pois elas passam a contribuir fiscalizando os pais no trânsito. Isso sem dúvida vai fazer diferença na vida delas no futuro”, enfatizou.

O projeto tem como objetivo promover ações educativas, preventivas e de cidadania, propiciando a integração social das crianças através de atividades e brincadeiras pedagógicas interativas, contextualizadas no desenvolvimento de educação infantil, como temas transversais dos conceitos básicos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

“A rede municipal traz na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) a proposta desses ambientes lúdicos, como temas transversais, ou seja, que as crianças ‘aprendam brincando e brinquem aprendendo’, que é o mais importante. Por isso, envolvemos toda comunidade escolar, ganhamos parceiros como a Smtran e a PRF. É a realização de um sonho poder proporcionar isso para as crianças”, explicou a gestora da escola Saionara Rodrigues.

A escola municipal Vovó Clara atende alunos do 1º e 2º período, com idades de quatro a cinco anos.

 

Fonte:Secretaria Municipal de Comunicação – SEMUC