Método Potencial contabiliza mais de 2 milhões de homens-hora sem acidentes com afastamento em Urucu (AM)

Empresa foi a primeira contratada da Petrobras na Província Petrolífera de Urucu a alcançar esse índice. Localizado em plena Floresta Amazônica, unidade conta com mais de 500 colaboradores da Método, comprometidos com as melhores práticas de segurança

Foto:Divulgação

A Método Potencial Engenharia — uma das empresas mais destacadas e reconhecidas do setor de Engenharia e Construção do Brasil — alcançou a marca de 2 milhões de homens-hora sem acidentes com afastamento no contrato com a Província Petrolífera de Urucu, da Petrobras. A empresa foi a primeira contratada do projeto a atingir esse índice desde o início das atividades do complexo, há mais de 30 anos.

“A Método possui atualmente um contingente de mais de 500 colaboradores atuando no projeto, e esse índice só foi alcançado graças à eficiência de nossa política de gestão de Saúde, Meio Ambiente e Segurança (SMS), e ao comprometimento com a adoção e a execução de boas práticas dos nossos profissionais, que são constantemente treinados para a realização de suas atividades diárias”, comemora Roberto Bernardes, Superintendente da Unidade Industrial da Método.

Localizada a 650 quilômetros de Manaus, no meio da Floresta Amazônica, a Província Petrolífera de Urucu possui uma produção diária média de 40 mil barris de óleo de alta qualidade, incluindo 1.200 toneladas de GLP e que, apesar dos desafios de logística e operação, possui um custo de extração de petróleo e gás natural entre os menores do Brasil, segundo a Petrobras.

Óleo & Gás
A Divisão Industrial da Método possui grande expertise na área de Óleo e Gás. Atualmente, por meio de um joint-venture com a Shandong Kerui, é responsável pelas obras da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) do COMPERJ, maior obra de engenharia da Petrobras pós Lava-Jato.

Nos últimos anos a Método executou serviços em várias modalidades nas principais refinarias e Unidades Operacionais do Brasil, como: REPLAN, RLAM, REVAP, RPBC, REDUC, UO-AM, RNCE e outras.

Para a Unidade Operacional de Urucu, por exemplo, a empresa realizou entre 2013 e 2014 serviços relativos ao projeto executivo, de desmontagem e de adequação do Núcleo de Santiago-BA, contemplando a transferência de instalações com transporte de equipamentos e sistemas, serviços de condicionamento, construção, montagem e apoio à Pré-Operação e à Operação Assistida, para a implantação da UPGN-4, na Estação Polo Arara.

Sobre a Método Potencial Engenharia
Fundada em 1973, a Método Potencial Engenharia conta com 2.700 colaboradores e, em seus 46 anos de atuação deixou um legado importante de realizações, com milhares de obras e projetos em todo o Brasil. Em 2009, adquiriu a Potencial Engenharia, especializada em Óleo & Gás e, em 2014 consolidou a união das duas empresas.

A companhia atua em diversos setores por meio de suas três divisões de negócios: Construção Civil, Fast Construction e Industrial, atuando em projetos de grande complexidade.

A Método conta com mais de 1.000 projetos bem-sucedidos na área de construção civil, incluindo empreendimentos corporativos, edifícios residenciais, hotéis, shoppings centers, empreendimentos logísticos, complexos de entretenimento, de educação e cultura. Na divisão Industrial, foram mais de 400 contratos bem-sucedidos nos setores de energia, Óleo & Gás, indústria de transformação, portos e infraestrutura. A divisão Fast contabilizou no último ano cerca de 1.800 obras, 1.560 projetos legais, 980 projetos de instalação, 3.800 projetos de arquitetura e 7.200 laudos técnicos.

Entre os projetos icônicos e de destaque estão o Theatro Municipal de São Paulo, o Complexo Ohtake Cultural, o SESC Pompéia, o Shopping Cidade São Paulo e o Market Place; os hotéis Grand Hyatt de São Paulo e Rio de Janeiro; o hotel Unique; os edifícios corporativos Rochaverá Corporate Towers, Infinity Towers e Ventura Towers; o residencial Condominium Club Ibirapuera e o parque aquático Wet’in Wild, do qual também é sócia.

Baseada em um forte compromisso com a ética, compliance e sustentabilidade, a Método foi a primeira empresa Brasileira a participar do United States Green Building Council. É membro fundadora do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável e conta com um dos maiores portfólios de projetos certificados no País. Em 2015, foi agraciada com o Prêmio Ética nos Negócios, concedido pelo Instituto Brasileiro de Ética nos Negócios. Ao longo de sua história foi eleita cinco vezes a Melhor Empresa da Indústria da Construção no Guia Maiores e Melhores da Revista Exame, sendo na quinta vez premiada como Empresa do Ano.

Informações à imprensa:
GPCOM Comunicação Corporativa