Robótica educacional Projeto atende 100% das escolas de Boa Vista em um ano de implantação

A Robótica Educacional passou a ser realidade no dia a dia dos alunos das escolas municipais. A implantação de mais uma ferramenta de ensino em sala de aula veio para transformar o cotidiano de mais de 40 mil estudantes de Boa Vista. E hoje, dia 13, o projeto completa um ano de implantação com muitas conquistas alcançadas.

Com esse trabalho, Boa Vista tornou-se a pioneira no Brasil com a implantação da Robótica Educacional em 100% das turmas do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, inclusive as localizadas nas áreas rural e indígena. A ideia de promover a inclusão digital de maneira lúdica no cotidiano dos alunos deu certo e os pequenos estão descobrindo novos talentos na prática.

 “Temos muito orgulho de ter implantado este projeto nas escolas de Boa Vista, pois acreditamos na importância que ele tem no aprendizado das nossas crianças. A robótica é um método de ensino inovador, que estimula a criatividade, o raciocínio e se torna um aliado para o aprendizado de todos os conteúdos ensinados em sala de aula”, disse a prefeita Teresa Surita.

 A Escola Municipal Luiz Canará, no bairro Senador Hélio Campos, é pioneira no projeto. A pequena Mariana Barbosa, aluna do 4a ano, tem se dedicado muito às aulas. “A robótica ajuda no desenvolvimento das crianças. Gosto muito de montar. Já fiz um robô, uma casa e sempre trabalho em equipe, pois ajuda bastante”, disse a menina.

 O uso dos materiais manipuláveis envolve um processo de motivação, colaboração, construção e reconstrução. E para cada idade é trabalhado um material específico, que vai desde peças de montagem da LEGO até chegar ao nível da fase de programação e funcionamento dos robôs.

 O vice-gestor Valdo Costa destacou que os benefícios da robótica na vida escolar das crianças são visíveis. “A mudança foi em vários aspectos. Os estudantes têm outro comportamento, demonstram mais interesse nas aulas, tornaram-se alunos mais presentes e participativos. Quanto aos professores, os profissionais se sentiram incentivados, por causa do projeto e da didática que foi passada para eles através da formação. Só resultados positivos!”, disse Costa.

Um total de 886 professores foi capacitado para desenvolver a metodologia nas disciplinas de história, geografia, ciências, matemática e português. “Passamos por uma capacitação. Isso nos deu uma noção de como trabalhar os manipuláveis com os alunos em sala de aula, fazendo uma contextualização. O que eles aprendem na teoria, contextualizam na prática, é quando eles produzem, por meio de trabalho em grupo e no fim temos um resultado interessante”, destacou a professora Lucielia Miliano.

O projeto – Desde 2016, robótica é desenvolvida no Centro de Ciência, Tecnologia e Inovação (CCTI) da Prefeitura de Boa Vista. Trata-se de uma atividade extracurricular que ensina a tecnologia e outros conhecimentos por meio do lúdico, ou seja, consiste basicamente em elaborar e interpretar programações para os robôs da Lego.

 Fonte:Secretaria Municipal de Comunicação – SEMUC