CRIART 20 ANOS Teatro Municipal recebe espetáculo “Cordel do Amor Sem Fim” nesta quinta-feira (14)

Baseada na obra de Cláudia Barral, a peça fala sobre os encontros e desencontros do amor

Para celebrar os 20 anos de sua fundação, a Cia Criart Teatral apresenta nesta quinta-feira (14) o espetáculo “Cordel do Amor Sem Fim”, na sala Teatro Escola do Teatro Municipal de Boa Vista, a partir das 20h.

Com direção do pernambucano Edjalma Freitas, trata-se de um drama moderno, com toques de tragédia contemporânea. A peça fala sobre os encontros e desencontros do amor – mais desencontros que encontros – em torno das irmãs Carminha, Madalena e Tereza.

A trama se passa em uma cidade ribeirinha (no original, escrita por Cláudia Barral, se passa às margens do Rio São Francisco, só que na adaptação do Criart Teatral pode ser muito bem entendida como o Rio Branco). Tereza espera pelo amor de Antônio. Carminha é apaixonada por José, que por sua vez é apaixonado por Tereza. Já Madalena, a mais velha e que detém certo poder dentro de casa, escolheu ficar reclusa em casa.

Construído de forma simples, tanto do ponto de vista dramatúrgico quanto cenográfico, o espetáculo trabalha numa proposta mais realista, e ao mesmo tempo em um gesto, uma ação e uma mobilidade de cena mais minimalista, de modo que a força da palavra e do texto cheguem ao espectador, sem muita pirotecnia.

O cenário, que leva a assinatura do também pernambucano Luciano Pontes, é todo preenchido com cordas, que fazem uma alusão à literatura de cordel e ao próprio nome do espetáculo.  Essas cordas já começam alinhadas, e ao longo do espetáculo se entrelaçam, na mesma proporção em que as vidas das personagens vão se “enrolando”.

Os ingressos serão gratuitos e poderão ser retirados a partir das 18h, do dia 14. Além disso, no foyer do Teatro Escola haverá uma exposição com os figurinos de espetáculos apresentados pelo Criart ao longo desses 20 anos e assinada pelo artista Sulivan Barros.

Conheça os atores do espetáculo

 

Anderson de Souza – Roraimense e atuando na cena teatral desde 1993 colaborando com produções no grupo Arteatro desde a sua criação no referido ano. Atuou em espetáculos como Faustino, o Fausto Nordestino; A última Estação, sendo que com este participou da mostra SESC Cariri de Artes Cênicas no Ceará; O Santo Inquérito e a Paixão de Cristo no município de Mucajai. No cinema participou como ator do Filme Fronteira em Combustão, produção de Platô Filmes e ANCINE. Também é contador de Histórias e já participou de várias edições da Feira do Livro produzido pelo Sesc Roraima e já fez contação de história em toda a rede de ensino público e algumas instituições de ensino da rede privada.

 

Anne Louise Sanfoneira – Roraimense de 14 anos, começou a tocar sanfona desde os 9 anos de idade, e a se apresentar profissionalmente desde os 11 anos. Tem uma Banda/trio chamada Flôr do Norte, onde vem participando de importantes eventos culturais no estado de Roraima, entre eles: Espetáculo “O Auto de Natal” (2018), Espetáculo “Um Sonho de Natal”(2019), Espetáculo “Mulheres Roraimando”(2018/2019), Colônia de Férias cultural “Circolinho”(2019), “Arraiá kids” – Pátio Roraima Shopping (2019), Sesc Canta Roraima Xll (2019), com duas músicas autorais. Em 2020, fez duas lives beneficentes com mais de 2.000 visualizações para ajudar famílias carentes no período da pandemia.

 

Elivelton Magalhães – Com 25 anos, é mestrando em Letras pela Universidade Federal de Roraima (UFRR). Já participou do projeto de extensão Expressões Cênicas e Performáticas na Terra de Makunaima (UFRR) e foi membro da Companhia Cultural Devaneios.

Felipe Medeiros – Aos 14 anos Felipe Medeiros conheceu de perto o teatro ao participar de um curso que no final teve a montagem do espetáculo ‘Isso Mexe Comigo’. O adolescente da época se apaixonou pelo o que esse universo proporciona e é capaz com um mix de artes no palco. Depois disso, Felipe participou de oficinas e outros cursos de dramaturgia e teatro (alguns promovidos pelo Sesc e companhias de Roraima e de outros estados). Mesmo estando sempre muito interessado em teatro, Felipe Medeiros se formou em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal de Roraima (UFRR). Em 2014, o jovem passou a integrar como ator a Cia. do Lavrado. Participou de algumas apresentações de teatro de rua e em 2015 voltou a se dedicar exclusivamente ao jornalismo, como repórter da Rede Amazônica – afiliada da Rede Globo em Roraima. Atualmente, Felipe é repórter na Assembleia Legislativa. O nordestino do Maranhão que mora na capital Boa Vista desde os seis anos de idade ainda é assessor de comunicação e agora, perto de completar 30 anos, tem a honra de fazer parte do espetáculo comemorativo do Criart Teatral, com o ‘Cordel do Amor Sem Fim’.

Kaline Barroso – Roraimense, graduada em Pedagogia e Teatro com especialização em Metodologia do Ensino da Arte e Ciência da Educação. Mestrado em Ciência da Educação e cursando Licenciatura em Teatro pela UnB. No serviço público, é professora concursada da rede estadual e arte educadora da rede municipal de educação. Atuante no movimento cultural do Estado, transita pelo teatro, música, circo e na cultura popular com as quadrilhas juninas do Estado de Roraima. Em 2019 recebeu da Universidade Federal de Roraima menção honrosa em reconhecimento às relevantes ações desenvolvidas no campo da Cultura no Estado.

Karen Barroso – 28 anos, roraimense, formada em Biologia pela UFRR. Iniciou sua vida artística aos 7 anos de idade no curso de iniciação teatral. É integrante do Grupo Criart Teatral desde sua fundação em 2001, no qual participa até hoje, onde vem realizando espetáculos, esquetes, apresentações da trupe de palhaço, eventos e ações sociais. Ex integrante do grupo de dança aérea Cruviana, no qual participou de dois espetáculos: Cruviana e Tupã-Quem. Atualmente, está no segundo ano do Curso Técnico Teatro Universitário, na UFMG; e no primeiro semestre do Curso Licenciatura em Teatro pela Unb (EaD).

Luiza Danielle – Natural do Ceará. Mora em Roraima há mais de dez anos. É graduanda em Serviço Social na Uerr e licenciatura em teatro pela Uniasselvi. Também é integrante da CIA Meio Fiu de Teatro, em Boa Vista-RR, fundada em 2017, onde faz várias apresentações e performances. Além disso, participa da orquestra de acordeons de Roraima (projeto de extensão da UFRR) e  tem um grupo de forró pé de serra original, o Trio Flor do Norte, fundado em 2017.

Silvandro Barros – Roraimense, 28 anos, é educador musical da rede privada de educação e de Programas socioeducacionais na Capital e no Interior; Maestro do Programa Abrindo Caminhos da Assembléia Legislativa de Roraima. Tem Formação em Musicalização Infantil e Infanto-Juvenil, Web Design e Design Gráfico pelo CAMIC/CESC. Trabalhou como Coordenador no Projeto Musical Artístico Cultural no município de Normandia-RR. Em 2011, iniciou no Criart Teatral como Instrutor de Música do Ponto de Cultura Criart Teatral, desde então atua como Produtor de Eventos Culturais, ator, cantor e diretor musical de espetáculos musicais.

 

Ficha-técnica

Cordel do Amor sem fim

Texto:

Claudia Barral

Direção:

Edjalma Freitas

Elenco:

Anderson Nascimento

Anne Louise Sanfoneira

Felipe Medeiros

Karen Barroso

Kaline Barroso

Luiza Danielle Lourenço

Silvandro Barros

Assistente de direção:

Elivelton Magalhães

Figurinos e Cenografia:

Luciano Pontes

Iluminação:

Baronso Lucena

Coreografia:

Alexssandra Paz

Direção musical:

Silvandro Barros

Anne Louise Sanfoneira

Confecção do Figurinos:

Lenir

Música de abertura:

George Farias

Música tema:

George Farias/Anne Louise/Anderson Nascimento/Kaline Barroso

Música Lição de vida –

Música Modinha para Tereza Batista –

 

Música cantos de trabalho – Domínio público

O Criart – Desde sua fundação, já ultrapassou o número de vinte e cinco produções cênicas. Tem funcionado como uma entidade aberta a servir a comunidade, principalmente os jovens e adolescentes, na busca por proporcionar a inclusão social e cultural e mantém uma postura de parceria com outros grupos, organizações e instituições de outras modalidades de manifestação artístico-culturais e folclóricas.

Mais informações: Kaline Barroso – 98123 4851 e Celis Regina – 98107 8310

Jornalista- DRT/RR 335