Empresas suecas no Brasil cresceram na pandemia e querem permanecer no país

90% das mais de 200 companhias esperam aumentar volume de negócios em 2021.

Um levantamento recente sobre o clima de negócios no Brasil apontou que 70% das mais de 200 empresas suecas em atuação no país tiveram resultados positivos no ano passado, mesmo com a crise provocada pela pandemia da Covid-19.

A mesma sondagem aponta que nove em cada dez companhias esperam um crescimento no volume de negócios em 2021. Mais do que isso, nenhuma delas pretende deixar o mercado tupiniquim.

A pesquisa foi conduzida pela Embaixada da Suécia em parceria com a Business Sweden Brazil e a Câmara de Comércio Sueco-Brasileira e apontou o resultado como surpreendente.

Participaram da enquete grandes companhias suecas, como ABB, Assa Abloy, Atlas Copco, Electrolux, Ericsson, Saab, Sandvik, Scania, SKF, Volvo e Tetra Pak.

Vale lembrar que o Brasil é o maior parceiro comercial da Suécia na América Latina. Aqui, os investimentos do país europeu empregam 70 mil pessoas e geram receitas de cerca de 100 bilhões de reais anuais.

Fonte:Conexão Politica