FEBRE AFTOSA Cobertura vacinal em Roraima atinge índice de 97,77%

A 42ª Campanha de Vacinação contra febre aftosa obteve 97,77% de cobertura vacinal, mantendo o alto índice das últimas edições e confirmando Roraima como o estado referência em imunização contra a doença.

Este índice garante a sanidade do rebanho bovino e a área livre da febre aftosa com vacinação. A campanha direcionou as ações para animais de 0 a 24 meses. Estão fora desses números os municípios de Pacaraima, Uiramutã e Normandia, onde a vacinação está sendo feito pela Agulha Oficial.

“Mantemos o alto índice de cobertura vacinal que é muito importante para garantir a sanidade na nossa pecuária e confirmar Roraima como exemplo de comprometimento na vacinação contra a febre aftosa. Estamos comprovando nosso compromisso e a capacidade dos nossos técnicos, produtores e todos que estão envolvidos nas campanhas realizadas pelo Governo do Estado, por meio da Aderr”, destacou o governador Antonio Denarium.

INVESTIMENTO ANUAL DE 66 MILHÕES EM DEFESA ANIMAL

O presidente da Aderr, Kelton Lopes, salientou que esse alto índice de cobertura vacinal passa também pelos investimentos do Governo do Estado, que não tem medido esforços para melhorar nossa Defesa Animal e elevar a pecuária de Roraima a uma condição de excelência.

Ele disse que os investimentos em defesa animal têm sido importantes para garantir o status de área livre de febre aftosa sem vacinação, além da sanidade animal.

“Realmente, o governador Denarium tem feito um trabalho que tem trazido grandes resultados para a pecuária roraimense. Hoje, somos respeitados pela forma como trabalhamos para erradicar a aftosa em Roraima”, disse Kelton.

VACINAÇÃO POR MUNICÍPIO

A cobertura vacinal dos municípios de Roraima ficou assim: Alto Alegre 99,54%, Amajarí 99,17%, Boa Vista 93,40%, Bonfim 93,25%, Cantá 96,20%, Caracaraí 97,36%, Caroebe 99,92%, Iracema 93,02%, Mucajaí 98,66%, Rorainópolis 99,15%, São João da Baliza  98,90%, e São Luiz do Anauá 100,00%.

Até o momento, segundo informou o médico veterinário e fiscal agropecuário Marcos Duarte, Chefe do Programa Estadual de Vigilância da Febre Aftosa da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), a cobertura vacinal nas comunidades indígenas, onde atua a equipe da Agulha Oficial, é de 60,4%, mas ao final da vacinação os resultados serão acima de 90%.

“Nossa avaliação é a mais satisfatória possível. Nós estamos finalizando os números com a maioria dos municípios com uma imunização acima de 97%. Ficam de fora desses números os que ainda estão em campanha por meio da Agulha Oficial”, ressaltou Duarte.

SECOM RORAIMA