‘Passaporte da Covid-19’ é aprovado na União Europeia

O sistema é voltado sobretudo para cidadãos residentes na União Europeia.

BRAZIL – 2021/04/05: In this photo illustration a symbolic COVID-19 health passport seen displayed on a smartphone screen in front of the European Commission (EC) flag. (Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

União Europeia sancionou, nesta segunda-feira (14), o projeto de lei que institui um sistema de certificados sanitários para permitir viagens entre as nações do bloco.

Mais conhecido como “Passaporte da Covid-19”, os certificados serão emitidos de forma gratuita pelos Estados-membros para pessoas com as seguintes condições:

  • Vacinadas contra a Covid-19
  • Recém-curadas da doença;
  • Apresentem teste PCR ou de antígeno negativo para o novo coronavírus.

O documento será disponibilizado em papel e em formato digital, com um código QR, destaca a agência ANSA.

Nós te apresentamos mais detalhes:

  • A expectativa é que o sistema comece a ser aplicado em 1º de julho.
  • O objetivo da UE é permitir a retomada do turismo na alta temporada de verão no Hemisfério Norte.
  • O sistema ficará em vigor por 12 meses.
  • Os países da UE não poderão impor mais restrições para quem obtiver o “Passaporte da Covid-19”, a menos que sejam necessárias para proteger a saúde pública.
  • Serão aceitas apenas as vacinas já aprovadas pela agência sanitária da UE:
    • AstraZeneca;
    • Janssen;
    • Moderna
    • Pfizer.

Fonte:O Pianel

Por Renova Midia